• Contato
  • | +5411-47659390 Argentina
  • info@albertocanen.com
  •  
  • | Es
  • | En
  • | It
  • | Fr

CONTEUDO TRANSCENDENTAL

Capitulo 9: CONTEUDO TRANSCENDENTAL

Capitulo 9: CONTEUDO TRANSCENDENTAL Livro O Genesis, o Observador

O conteúdo doutrinal da história, as lições que persistem quando acabamos de ler, as lições teológicas que podemos considerar fundamentais incluem:

  • Deus é o único criador de todas as coisas, de tudo o que é concreto e abstrato, do que está em cima e em baixo, de todas as entidades e criaturas.Toda a matéria, e todas as forças que atuam sobre ela foram criadas por Ele e respondem ao seu mandato.
  • O poder de Deus, omnipotente e omnipresente, é uma expressão da Sua inteligência e sabedoria, que se reflete na ordem, no equilíbrio e na eficácia da criação.
  • Toda a criatura é boa pois foi criada de acordo com a ideia da ordem e da perfeição. Foram criadas por Deus, por partes de Deus, mas não são Deus. Esta distinção, esta separação é crucial porque é muito subtil, e pode-se facilmente confundir Criador e criatura. Deus cria tudo a partir de si mesmo, logo seríamos parte de Deus, mas não somos Deus; Somos no final de contas a Sua criação. Neste momento surge, interessante um comentário de um estudante do Bhagavad Gita, o livro sagrado do Hinduísmo: " Uma comparação que nos permite clarificar esta separação entre Criador e criatura será olharmos para o fruto que é a romã. As sementes no interior da romã são parte da romã, mas não são a romã. São parte do fruto mas não são o fruto."
  • As estrelas, que numa dada altura foram vistas como deuses, são claramente objetos criados por Deus; Ele decide como eles se movem; e o propósito da sua passagem pelo universo é ajudar os homens a interpretar o tempo e as horas.
  • A fertilidade dos animais é uma bênção de Deus e parte do mecanismo, da operação do sistema em si; Não há nenhuma divindade responsável por isso, é apenas uma funcionalidade.
  • Homem - podemos chamá-lo o auge da criação - o único feito á imagem e semelhança de Deus e é por isso, especial, e está acima de todas as criaturas viventes; este facto dá-lhe, instantaneamente direitos e obrigações.
  •  E finalmente, esta, em gratidão e enquanto segundo em relação a Deus, deveria manter um dia por semana para O adorar, descansando como fez o próprio Deus, no sétimo dia.

Nestas ideias chave - que o autor sagrado nos dá de forma tão precisa e em poucas linhas - há uma autêntica revelação de antiguidade que nenhuma outra civilização antiga nos deu. Nenhum outro povo que residisse na terra naquela altura nos deu uma explicação tão próxima da explicação científica como os Hebreus, o Povo Escolhido. ...

Veja em Barnes & Noble